travessia, 1

26 fevereiro, 2012 at 6:08 am 2 comentários

se ela quiser eu vou
faço logo a travessia.
manuelzão já me chamou.

inda que seja na cheia
atravesso o vau de rio
com um cavalo na veia.

o sertão é gado limpo
música semi colcheia.

com que roupa eu chego lá?
que pente que me penteia?

romério rômulo

Anúncios

Entry filed under: Uncategorized.

rivotril, 16 carpintaria, 1

2 Comentários Add your own

  • 1. inatngivel  |  26 fevereiro, 2012 às 12:16 pm

    LINDO, Romério!

    Com um leve toque de humor, ao sabor de Qual é o pente que te penteia, com ou sem colcheias, você é grande, poeta!

    Sabe tudo de poesia.

    Beijos

    Mirze

    Responder
  • 2. Maria - Tarde de Música  |  26 fevereiro, 2012 às 1:09 pm

    nu e despenteado sempre fica mais lindo, Romério.
    fantástico poema!
    beijo.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Feeds

fevereiro 2012
S T Q Q S S D
« jan   mar »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
272829  

RSS Fênix em Verso e Prosa

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

%d blogueiros gostam disto: