soneto concreto

6 novembro, 2010 at 6:27 pm 1 comentário

 

poema reto        o meu soneto concreto
poema pio          o meu soneto de cio
poema berro       o meu soneto de ferro
poema fala          o meu soneto de bala

poema nu            o meu soneto de blue
poema gume        o meu soneto de estrume
poema feito          o meu soneto de peito
poema extrato       o meu soneto de fato

poema físsil           o meu soneto de vício
poema esquivo       o meu soneto de arquivo
poema grua            o meu soneto de rua

poema fundo           o meu soneto de mundo
poema a pau            o meu soneto de sal
poema bebido           o meu soneto bandido.

(romério rômulo)

Anúncios

Entry filed under: Uncategorized.

sapos “vou me casar com maria”

1 Comentário Add your own

  • 1. Mirze Souza  |  6 novembro, 2010 às 8:14 pm

    Ronério!

    SENSACIONAL! Surpreendeu-me e extasiou-me.

    Parabéns! Aplausos!

    Beijos, poeta!

    Mirze

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Feeds

novembro 2010
S T Q Q S S D
« out   dez »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

RSS Fênix em Verso e Prosa

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

%d blogueiros gostam disto: