louco,cimentado

7 janeiro, 2010 at 1:42 pm 20 comentários

o meu cabelo é louco, cimentado
por cabedais em tudo transparentes.
carrego umas vogais de acessório
pra desditar poemas de indulgência.

o beijo, amigo, é a véspera da fome
que nos percorre: josés, joões, sem nome
sem consoantes uns, consonantados
outros. bêbados, invertebrados

da sanha do mundo. ruidosos calos
nas mãos de enxadas e assobios
suas visões são uns caudais de rios
que regam o mundo todo de abalos.

numa aparência louçã, insandecida
vou rebelar a noite de vestais
nuns sobremodos de maus modos tais
que até a morte vai se ver na vida!

(louco,cimentado)

Per Augusto & Machina

Anúncios

Entry filed under: Per Augusto & Machina.

beira-mar e outros ave!

20 Comentários Add your own

  • 1. Natália Nunes  |  7 janeiro, 2010 às 2:15 pm

    “o beijo, amigo, é a véspera da fome”

    me lembrou augusto dos anjos.

    Responder
  • 2. Romério Rômulo  |  7 janeiro, 2010 às 4:29 pm

    natália:
    no ” per augusto & machina “, o augusto é o dos anjos. trabalho
    em simbiose com ele.
    romério

    Responder
  • 3. vários um  |  9 janeiro, 2010 às 8:42 am

    conferi. é do nelson com guilherme de brito. não dá pra saber de quem é letra e de quem é música. no programa mpb especial (no vídeo) o nelson fala que eles compõem juntos, tanto letra como música. (um faz a primeira parte, outro a segunda, etc…)valeu romério!

    o amor, quando virei por fim a amá-lo? 😉

    Responder
    • 4. Romério Rômulo  |  9 janeiro, 2010 às 11:15 am

      neste caso, então, o guilherme de brito deve ser o letrista principal.
      um abraço.
      romério
      ps. amar o amor é coisa para o camões. ou “amar se aprende
      amando”, como fala o drummond.

  • 5. Ana  |  9 janeiro, 2010 às 6:11 pm

    Só posso dizer que o amigo é um grande poeta.
    Beijinho

    Responder
    • 6. Romério Rômulo  |  9 janeiro, 2010 às 6:37 pm

      obrigado sempre, ana.
      um beijo.
      romério

  • 7. Janaina Amado  |  10 janeiro, 2010 às 9:00 am

    Eu gosto de vir aqui porque sempre me emociono com sua poesia.

    Responder
    • 8. Romério Rômulo  |  10 janeiro, 2010 às 1:27 pm

      seja bem vinda, janaína.
      romério

  • 9. líria porto  |  10 janeiro, 2010 às 1:17 pm

    belo belo!
    besos

    Responder
    • 10. Romério Rômulo  |  10 janeiro, 2010 às 1:28 pm

      bela bela a sua presença, líria.
      um beijo.
      romério

  • 11. Nivia de Oliveira Castro  |  10 janeiro, 2010 às 1:43 pm

    Quando é que você vai parar de nos surpreender com o domínio deste seu ofício maravilhoso, ó grande poeta mineiro do meu coração? Espero que nunca!
    Bjs. Nivia

    Responder
  • 12. Nivia de Oliveira Castro  |  10 janeiro, 2010 às 1:44 pm

    Quando é que você vai parar de nos surpreender com o domínio deste seu ofício maravilhoso, ó grande poeta mineiro do meu coração? Espero que nunca!
    Bjs. Nivia

    Responder
    • 13. Romério Rômulo  |  11 janeiro, 2010 às 12:01 am

      nívia:
      eu te respondi mais cedo e a resposta sumiu. estes blogs são traiçoeiros. estarei por aí.
      um beijo.
      romério

  • 14. Meg  |  10 janeiro, 2010 às 7:13 pm

    Romério,

    o beijo, amigo, é a véspera da fome
    que nos percorre

    Sem palavras,
    mais uma vez,
    muda me quedo
    no espanto das palavras.
    errantes

    Beijo
    meg

    Responder
    • 15. Romério Rômulo  |  11 janeiro, 2010 às 12:03 am

      salve, meg.
      um beijo.
      romério

  • 16. Jorge Elias Neto  |  10 janeiro, 2010 às 8:12 pm

    Romério,

    Mais um exemplar poema sobre a loucura.
    Como louco, após algumas reflexões sobre os olhos que nos fitam, escreví um mini-conto em meu blog.
    Dê uma olhada.

    Forte abraço,

    Jorge Elias

    Responder
  • 17. Romério Rômulo  |  11 janeiro, 2010 às 12:04 am

    jorge elias:
    irei ao seu conto.
    um abraço.
    romério

    Responder
  • 18. Iara Carvalho  |  14 janeiro, 2010 às 12:56 pm

    Você me assusta com tanta beleza.

    Lindo lindo.

    Beijos…

    Responder
    • 19. Romério Rômulo  |  14 janeiro, 2010 às 5:35 pm

      iara:
      do rio grande do norte. terra do meu amigo moacy cirne.
      obrigado. um beijo.
      romério

  • 20. Eita! Sarau  |  3 novembro, 2010 às 6:37 pm

    Romério, publiquei este… obrigada por participar do Eita! abraço da Marise

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Feeds

janeiro 2010
S T Q Q S S D
« dez   fev »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

RSS Fênix em Verso e Prosa

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

%d blogueiros gostam disto: