cândidos, um sopro

20 dezembro, 2009 at 12:26 am 10 comentários

 

meu corpo traz uma equação de nuvem.
pobres resgatados, desmorados, osso e braço
rezam no ar de penitência suas águas.
proprietários do sobrado, pouco lhes resta.

 
de tempo, arreganham dentes de uma fome sólida.
ralos de feijão, seus corpos sabem os horizontes da terra.

escaldados, cândidos, um sopro.

 
(cândidos, um sopro)

 

Anúncios

Entry filed under: Uncategorized. Tags: .

arrancar da tua nuca quando os bagaços

10 Comentários Add your own

  • 1. Adriana Godoy  |  21 dezembro, 2009 às 4:20 pm

    intrigante, instigante, bonito, beijo.

    Responder
  • 2. Ana  |  21 dezembro, 2009 às 7:05 pm

    Poema inspirado e forte.
    2010 com muita saúde
    bj

    Responder
  • 3. Carlus  |  22 dezembro, 2009 às 2:55 pm

    Olá Romério,

    incríveis seus poemas.
    quero dizer do entanto que, um dos poemas que vi, deu-me a idéia de fazer um post e resolvi fazer uso de um poema seu, um uso na ortodoxo, reconheço.
    Se não gostar prometo que retiro e me desculpo.

    abraços

    Responder
  • 4. Adriano Nunes  |  22 dezembro, 2009 às 8:29 pm

    Caro Romério,

    Um feliz Natal e um próspero Ano Novo: Tudo repleto de Paz e Luz e Poesia!

    Grande abraço,
    Adriano Nunes.

    Responder
  • 5. Bipede-Implume  |  23 dezembro, 2009 às 10:01 am

    Sempre me surpreedem os teus poemas.
    Acho este tão bonito.
    Feliz Natal caro amigo.
    Tudo de bom para ti e um 2010 cheio de paz e felicidade.
    Beijos.
    Isabel

    Responder
  • 6. Carlinhos  |  23 dezembro, 2009 às 4:56 pm

    Caro poeta, que o ano vindouro traga-lhe mais e cada vez mais a verve que incendeia sua fonte. Obrigado por tudo, um forte abraço!

    Responder
  • 7. fa  |  24 dezembro, 2009 às 3:33 pm

    Desejo-te
    B
    O
    A
    S

    F
    E
    S
    T
    A
    S
    e um Ano Novo cheio de Alegrias Amor e Paz…

    !nfinito
    Beijinho

    Responder
  • 8. Carlos Mangino  |  24 dezembro, 2009 às 6:49 pm

    Um feliz natal e um 2010 relevante, para as forças revolucionarias.

    Responder
  • 9. José Carlos Brandão  |  25 dezembro, 2009 às 8:13 pm

    Romério Rômulo:
    Feliz Natal.
    Grande abraço.

    Responder
  • 10. Meg  |  25 dezembro, 2009 às 9:27 pm

    Romério,

    Leio os teus poemas e eles têm agora uma cor diferente…

    Meu carinho para ti.

    Beijo
    meg

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Feeds

dezembro 2009
S T Q Q S S D
« nov   jan »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

RSS Fênix em Verso e Prosa

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

%d blogueiros gostam disto: