avalio-te o termo

7 dezembro, 2009 at 4:47 pm 9 comentários

avalio-te o termo, poeta!
se tua minguante for vadia
faço do teu corpo piso da semente.
se teu olho brotar miséria
digo tua mão insana, tua peste incandescente.

sobra-te, visível, um astro navegado,
roupa de pele sutil, claro fantasma.

a abóbada do olho cabe revista
e a resenha do dente nasce da secura.

(avalio-te o termo)

Anúncios

Entry filed under: Uncategorized. Tags: .

estrada e chumaço arrancar da tua nuca

9 Comentários Add your own

  • 1. Lou  |  7 dezembro, 2009 às 5:10 pm

    Vim te ler, Romério. Como sempre, encanto-me!

    Beijos

    Responder
  • 2. Ana  |  7 dezembro, 2009 às 6:16 pm

    Excelente, como sempre.
    Bj

    Responder
  • 3. Mariana  |  8 dezembro, 2009 às 9:34 am

    avalio-te o termo, poeta!

    belo poema, romério.

    Responder
  • 4. Adriana Godoy  |  8 dezembro, 2009 às 11:35 am

    se teu poema fizer brotar sentidos novos já valeu a pena…e esse fez!

    Responder
  • 5. Meg  |  9 dezembro, 2009 às 4:31 pm

    Romério,

    …se tua minguante for vadia
    faço do teu corpo piso da semente

    Mais uma vez me perco na teia das tuas palavras.

    Um beijo
    meg

    Responder
  • 6. assis freitas  |  10 dezembro, 2009 às 11:02 am

    Belas imagens em teus versos. Louvo a palavra alheia e a incandescente teia. Abraço.

    Responder
  • 7. luíza  |  11 dezembro, 2009 às 9:27 am

    vou vir aqui mais, ler.

    Responder
  • 8. nina rizzi  |  11 dezembro, 2009 às 11:07 am

    Romério,

    sempresempre um bom poema, como ouço “moderno ou não”. Adoro suas palavras, tão bem forjadas.

    Sim, dê uma passada lá no Assis, eu lhe dizia, há um poema lá “a tua cara”.

    Um beijo.

    Responder
  • 9. Graça Pires  |  12 dezembro, 2009 às 2:37 pm

    “avalio-te o termo, poeta!”
    Não é fácil. Mas o poema é muito belo.
    Um abraço.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Feeds

dezembro 2009
S T Q Q S S D
« nov   jan »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

RSS Fênix em Verso e Prosa

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

%d blogueiros gostam disto: