verbo em alavanca

22 maio, 2009 at 8:23 am 6 comentários

chuva fala do olho.
ciscos, tamancos da alma, dizem
ser o mundo meu estado e manhã.

sobrava-me, no olho, o vesgo do teu hálito.

quando cismas, explode o mundo e o verbo
em alavancas.

Anúncios

Entry filed under: Matéria Bruta. Tags: , .

bagagem só o tempo desliza

6 Comentários Add your own

  • 1. Yvy  |  22 maio, 2009 às 10:47 am

    “quando cismas, explode
    o mundo e os versos…”

    Abrs!

    Responder
  • 2. Bipede-Implume  |  22 maio, 2009 às 6:39 pm

    Olá caro Romério
    Alguma da tua poesia, para mim, é igual a um vulcão jorrando lava incandescente, outra é uma força telúrica que nos arrasta independente da nossa vontade.
    E sempre um prazer imenso ler-te
    Grande abraço.
    Isabel

    Responder
  • 3. Adriana  |  23 maio, 2009 às 5:08 pm

    romério
    Uma alavancada na poesia.Gostei

    Responder
  • 4. Hercília Fernandes  |  24 maio, 2009 às 10:29 pm

    Romério,

    este poema é um miúdo que Abala Paris em chamas…

    Belo, poetíssimo. Fechamento ímpar!

    Beijos 🙂
    H.F.

    Responder
  • 5. Alcinéa Cavalcante  |  25 maio, 2009 às 12:47 am

    Olá, meu amigo
    Nada melhor que uma bela poesia para encerrar o dia.
    Beijos

    Responder
  • 6. Mirse Maria  |  2 junho, 2009 às 1:03 pm

    “chuvas fala do olho” e quando cismas, explodes o mundo e o verbo em alavancas”

    Lágrimas e temperamento. alavancados pelo verbo do poeta!

    Maravilhoso!

    Parabéns, Romério!

    Beijos

    Mirse

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Feeds

maio 2009
S T Q Q S S D
« abr   jun »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

RSS Fênix em Verso e Prosa

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

%d blogueiros gostam disto: