louco, cimentado *

7 maio, 2009 at 9:40 am 30 comentários

o meu cabelo é louco, cimentado
por cabedais em tudo transparentes.
carrego umas vogais de acessório
pra desditar poemas de indulgência.

o beijo, amigo, é a véspera da fome
que nos percorre: josés, joões, sem nome
sem consoantes uns, consonantados
outros. bêbados, invertebrados

da sanha do mundo. ruidosos calos
nas mãos de enxadas e assobios
suas visões são uns caudais de rios
que regam o mundo todo de abalos.

numa aparência louçã, insandecida
vou rebelar a noite de vestais
nuns sobremodos de maus modos tais
que até a morte vai se ver na vida!
 

* Do livro Per Augusto & Machina, a ser lançado brevemente

Anúncios

Entry filed under: Inéditos.

ROMÉRIO RÔMULO: o cantador de mistérios em Vila Rica o objeto de mim

30 Comentários Add your own

  • 1. Moacy  |  7 maio, 2009 às 10:47 am

    Poema dos bons, cara.
    Que venha o livro!

    Um abraço.

    Resposta
    • 2. Romério Rômulo  |  12 maio, 2009 às 6:59 pm

      moacy:
      o livro está em processo.
      um abraço.
      romério

  • 3. Yvy  |  7 maio, 2009 às 10:51 am

    Ola Romério, um pouco rebeldia ?

    “numa aparência louçã, insandecida
    vou rebelar a noite de vestais
    nuns sobremodos de maus modos tais
    que até a morte vai se ver na vida!”

    Abrs!

    Resposta
    • 4. Romério Rômulo  |  12 maio, 2009 às 7:00 pm

      yvy:
      um pouco? ando brabo.
      um abraço.
      romério

  • 5. adriano nunes  |  7 maio, 2009 às 11:17 am

    Romério,

    Belo, bem trabalhado!

    Abraço forte!
    Adriano Nunes.

    P.s.: aguardo o lançamento do seu livro e gostaria de saber como farei para adquiri-lo aqui em Maceió!

    Resposta
    • 6. Romério Rômulo  |  12 maio, 2009 às 7:02 pm

      adriano:
      muito obrigado.certamente poderá ser comprado via internet.
      conversaremos.
      um abraço.
      romério

  • 7. nina rizzi  |  7 maio, 2009 às 11:42 am

    me lembrou “a cidade”, de neruda. está nas uvas. não pela forma ou temática, mas esse quê que me provoca um sei- lá-que-diabéisso. penso ainda nos pés descalços em tuds sertões. é mesmo
    : “sertão é dentro”. e somos tão, né.

    no mais, gosto de poemas que me sugerem histórias e geotudosgrafias. no mais ainda, adoro os teus. é muito bom.

    inté 🙂

    Resposta
    • 8. Romério Rômulo  |  12 maio, 2009 às 7:03 pm

      tudo bem,nina.
      até lá.
      romério

  • 9. Yvy  |  7 maio, 2009 às 12:17 pm

    Oi Romério !

    Poetar é arte
    divulgar é preciso…

    Abrs.

    Resposta
    • 10. Romério Rômulo  |  12 maio, 2009 às 7:05 pm

      sem dúvida,yvy.
      divulgar é tão importante quanto escrever.aí a obra vai se
      revelando.
      romério

  • 11. líria porto  |  7 maio, 2009 às 6:01 pm

    belos versos, romério!

    meu livro será lançado em bh – em julho – publicado em portugal – até lá trocamos figurinhas! tomara que possas vir! besos

    Resposta
    • 12. Romério Rômulo  |  12 maio, 2009 às 7:06 pm

      líria:
      vamos acertar isso.
      um beijo.
      romério

  • 13. Nydia Bonetti  |  7 maio, 2009 às 10:39 pm

    O cimento dá sempre uma boa liga: no cabelo, nos versos, na loucura… Que lindo Romério.
    Um beijo.

    Resposta
    • 14. Romério Rômulo  |  12 maio, 2009 às 7:08 pm

      nydia:
      boa liga,sim.em espaços muitos.
      um beijo.
      romério

  • 15. Adrianna Coelho  |  8 maio, 2009 às 10:23 pm

    e, como ainda vivo, (re)apareci
    e vou aparecer sempre.

    é lindo esse poema, romerio!

    Resposta
    • 16. Romério Rômulo  |  12 maio, 2009 às 7:09 pm

      adrianna:
      muito bom o seu reaparecimento.obrigado.
      romério

  • 17. Luciane Fiuza  |  9 maio, 2009 às 6:05 pm

    Sim, Romério, me sinto como um arco-íris: minha felicidade tem todas as cores. E vc, seu cabelo é cimentado?

    Abs!

    Lu.

    Resposta
    • 18. Romério Rômulo  |  12 maio, 2009 às 7:10 pm

      lu:
      é cimentado,sim! quer ver?
      um abraço.
      romério

  • 19. Lou Vilela  |  9 maio, 2009 às 7:09 pm

    Vm degustar boa poesia. Abraços!

    Resposta
    • 20. Romério Rômulo  |  12 maio, 2009 às 7:12 pm

      lou vilela:
      sua presença é um apoio.
      um abraço.
      romério

  • 21. Luciane Fiuza  |  9 maio, 2009 às 7:33 pm

    nem uma dúvida, perguntei por pergutar. a poesia da vida permite imensas possibildades… e guarde suas madeixas… srsrsr Abs!

    Resposta
    • 22. Romério Rômulo  |  12 maio, 2009 às 7:13 pm

      lu:
      já que você diz,vou guardá-las.
      um abraço.
      romério

  • 23. Sheyla Azevedo  |  12 maio, 2009 às 2:34 pm

    vou concordar com o moacy, que foi o primeiro e disse tudo!

    Resposta
    • 24. Romério Rômulo  |  12 maio, 2009 às 7:15 pm

      sheyla:
      te vi transformada,no seu blog.salve o moacy!
      romério

  • 25. meg  |  12 maio, 2009 às 2:52 pm

    Romério,

    Se os poemas do livro a sair tiverem a mesma força e intensidade deste que nos deixas aqui, vou querer ser das primeiras e obtê-lo.
    Porque desta poesia sim, eu gosto, como sabes.

    Um beijo

    Resposta
    • 26. Romério Rômulo  |  12 maio, 2009 às 7:16 pm

      meg:
      a coisa está escrita.vejamos o que você vai achar.
      um beijo.
      romério

  • 27. Beta  |  14 maio, 2009 às 5:10 pm

    Beijos, fomes, abalos, loucuras: eventos que nos constituem. Mais um vigoroso poema, belíssimo como de costume!
    Um bjo,

    Resposta
    • 28. Romério Rômulo  |  14 maio, 2009 às 11:21 pm

      beta,roberta:
      sejamos os abalos,loucuras,fomes.obrigado.
      um beijo.
      romério

  • 29. Mariana  |  17 maio, 2009 às 10:13 pm

    “o beijo, amigo, é a véspera da fome
    que nos percorre”

    que ótimo, Romério.

    Resposta
  • 30. Eita! Sarau  |  2 novembro, 2010 às 1:23 pm

    Romério, organizo um sarau de artes em São Paulo e gostaria de publicar poemas seus no blog do sarau (www.eitasarau.wordpress.com). Você autoriza? abraço, Marise

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Feeds

maio 2009
S T Q Q S S D
« abr   jun »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

RSS Fênix em Verso e Prosa

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

%d blogueiros gostam disto: