matéria bruta

28 dezembro, 2008 at 3:20 pm 7 comentários

dizer te amo,
bruta matéria,
se a resposta tem dentes de desgaste.

se as vísceras do mar te alimentassem
sobrava-te a imensidão e pura dor
carregarias no colo, aedo adjacente
dos tonéis do riso. é puro o espaço
do teu corpo, somado e mal somado.

quando virás trazer a gota do teu olho?
que multidões te encalham o riso
e a luva? vestes o quê no ventre?

Anúncios

Entry filed under: Uncategorized.

(raso de delírio: o meu cão morto) reverso

7 Comentários Add your own

  • 1. Mário Mendonça  |  28 dezembro, 2008 às 5:39 pm

    Grande Guerreiro das Palavras

    ” a força da luz ”

    Abraços.

    Responder
  • 2. Cosmunicando  |  28 dezembro, 2008 às 9:08 pm

    “apenas a matéria viva era tão fina…”

    gostei muito, romério!
    bjos e ótimo ano novo pra você.

    Responder
  • 3. Mariana  |  29 dezembro, 2008 às 9:43 am

    romério, meu caro.
    diz-me: como eu faço pra ter teu livro?

    Responder
  • 4. Moacy Cirne  |  29 dezembro, 2008 às 11:44 am

    matéria bruta: poemadiamante. abraços.

    Responder
  • 5. leila andrade  |  31 dezembro, 2008 às 12:14 am

    Conheço estes teus versos,
    eles sempre sopram forte
    bem quente a alma.

    Ano bom pra ti,
    Bj

    Responder
  • 6. Bipede-Implume  |  31 dezembro, 2008 às 7:32 am

    Desejei, no meu blog para este ano que começa, Paixão na vida das nossas vidas.
    E não é que venho já encontrá-la aqui, neste teu poema magnífico.
    Bom Ano Novo com muita paixão e alegria.
    Abraço grande.
    Isabel

    Responder
  • 7. Rodrigo  |  7 janeiro, 2009 às 3:09 pm

    sua poesia propicia e questiona inusitadamente.
    gosto disso.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Feeds

dezembro 2008
S T Q Q S S D
« nov   jan »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

RSS Fênix em Verso e Prosa

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

%d blogueiros gostam disto: