texto de pedra

21 setembro, 2008 at 12:05 am 10 comentários

uma poesia brasa candente. cozer tudo,
ato do verso, dure tanto ou nada
.

Anúncios

Entry filed under: Matéria Bruta. Tags: , .

(levantar poço e água) (aços tua viagem)

10 Comentários Add your own

  • 1. Moacy  |  22 setembro, 2008 às 12:49 am

    Texto de pedra: Balaio-serrote.

    Responder
  • 2. Romério Rômulo  |  22 setembro, 2008 às 9:10 am

    moacy:
    o balaio-serrote já foi consultado.
    romério

    Responder
  • 3. Moacy  |  22 setembro, 2008 às 9:16 am

    Meu caro: O editor Abimael Silva delegou-me (eta ferro!) poderes para a gente combinar uma possível (re)edição do livro “69 poemas de CDC”. Consegui um exemplar pra você. Informe-me o seu endereço postal através do emeio balaio86@oi.ciom.br / Um abraço /. Em tempo: o celular de Abimael é o seguinte: (84)9401-9008.

    Responder
  • 4. Moacy  |  22 setembro, 2008 às 9:21 am

    Retificando:
    balaio86@oi.com.br

    Responder
  • 5. Romério Rômulo  |  22 setembro, 2008 às 9:51 am

    moacy:
    ter poderes delegados não é pouco.com isso,pelo estímulo,até
    se erra o endereço.
    agradeço já.
    um abraço.
    romério

    Responder
  • 6. Lady Cronopio  |  23 setembro, 2008 às 11:50 am

    “quando surgi de mim, fiquei varrido
    e meu estado de coisa correu solto”.

    Grata pela visita e mais, muito mais ainda por me trazer a este recanto onde ferve a poesia, em matéria bruta que se verseja em delicados versos ao aterrissar na alma de quem lê.
    Este acima, que pincei de Junho, será mote para um próximo escrevinhamento de cronopio.
    Posso?
    Beijos

    Responder
  • 7. Lady Cronopio  |  23 setembro, 2008 às 11:58 am

    Perdão.
    Antes de saber quem era, percorri os poemas sem mais.
    Seguindo o link Cronopios, eis que percebo como fui tola (melhor que parecer insolente).
    Você é quem é, e pensei que fosse aspirante.
    rs…
    Perdão.
    Agora, mais ainda, grata e honradíssima com sua visita.

    Responder
  • 8. Romério Rômulo  |  23 setembro, 2008 às 12:51 pm

    alba lady cronopio:
    agradeço suas palavras e fique à vontade para usar qualquer
    poema meu.
    você não foi nada tola e te garanto que continuo aspirante.tenho,
    na poesia,muito mais dúvidas do que certezas.apanho disso como
    menino teimoso.sou o fraco abusado.
    um beijo.
    romério

    Responder
  • 9. Bipede-Implume  |  24 setembro, 2008 às 3:09 pm

    Muito obrigada pela visita ao Diletantes.
    A Meg fez-nos conhecer a sua poesia. Em boa hora.
    Mas desconhecia esta sua, outra, poesia, fazendo lembra a poesia japonesa “tanka”, também de uma grande beleza.
    Abraços.

    Responder
  • 10. Romério Rômulo  |  25 setembro, 2008 às 10:25 pm

    bípede:
    feita a primeira caminhada,reapareça.obrigado.
    um abraço.
    romério

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Feeds

setembro 2008
S T Q Q S S D
« ago   out »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

RSS Fênix em Verso e Prosa

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

%d blogueiros gostam disto: