amplidão

15 agosto, 2008 at 1:24 pm 6 comentários

loucura é ver destroços ampliados.
anjos caídos, terra que se passa.
se anjo e homem revestem-se do medo
como encontrar a vida num só corpo?
é amplo o mundo, traduzir ausência
pode ser mais que estar qualquer de lado.
um outro ver, seu olho, esta morada
de viagens decididas pela noite
é tão mais ver o sono retalhado
que um qualquer corpo amplia madrugada.
ver o cerrado do peito ser tamanho
que assustar decide mais que ser.

o amplo do meu berro é traduzir-se
sem renegar esta amplidão que surge.

Anúncios

Entry filed under: Tempo Quando. Tags: .

a carne é reticente; a noite cega uma morte dos tempos

6 Comentários Add your own

  • 1. Mário Mendonça  |  16 agosto, 2008 às 9:38 pm

    Grande Guerreiro das Palavras.

    ” Aquele que tem o dom de nos empurrar para o misterioso mundo da interpretação ”

    Abração, Romério

    Responder
  • 2. Romério Rômulo  |  17 agosto, 2008 às 1:58 pm

    mário mendonça:
    sua presença contribui.
    um grande abraço.
    romério

    Responder
  • 3. meg  |  19 agosto, 2008 às 6:25 pm

    Romério,
    Bem que eu queria te interpretar, mas tentar entrar em alguns de teus poemas é o mesmo que se expôr a uma avalanche de pedregulhos feitos de palavras. Reservo minha louca ousadia de te entender para poemas menos intensos – olha o difícil que isso é!

    Mas te deixo um beijo
    meg

    Responder
  • 4. Romério Rômulo  |  19 agosto, 2008 às 9:38 pm

    meg:
    “pedregulhos feitos por palavras”:isto é poesia.um beijo.
    romério

    Responder
  • 5. Nei Simas  |  20 agosto, 2008 às 2:42 am

    Danou-se, Romério, este está bom demais! Tentarei reproduzir numa imagem, não sei se conseguirei….

    Responder
  • 6. Romério Rômulo  |  20 agosto, 2008 às 9:07 am

    nei:
    fico à espera da imagem para publicarmos aqui.um grande abraço.
    romério

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Feeds

agosto 2008
S T Q Q S S D
« jul   set »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

RSS Fênix em Verso e Prosa

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

%d blogueiros gostam disto: