(reticências)

11 agosto, 2008 at 8:00 am 6 comentários

meu outro verdejado pela noite
sabia mais do corpo que é solene.
trazia nas gavetas da memória
um astro rugidor de tempestades.

saber os vidros que lampejam a pele
é como ser manhã nos horizontes,
é retraçar desvios deste tempo,
é repetir arquejos pela alma.

pisar os calos das ausências, tanto
que mais não sobre tormento e mordedura.
a morte, nas ruas, tão fazida quanto,
há de tornar reticências estes corpos.

Anúncios

Entry filed under: Tempo Quando.

desbravamento II (farpas do vento não contêm as noites)

6 Comentários Add your own

  • 1. Mário Mendonça  |  11 agosto, 2008 às 10:30 pm

    Caro Romério Guerreiro das Palavras.

    O que faltaste, ” omissão ” ???

    Abraço

    Responder
  • 2. Romério Rômulo  |  11 agosto, 2008 às 11:46 pm

    mário:
    faltei a quê,amigo mário.
    um abraço.
    romério

    Responder
  • 3. meg  |  12 agosto, 2008 às 5:28 pm

    Romério,

    Romério

    astro rugidor de tempestades.

    é assim que sinto e te entendo quase sempre
    em teus poemas. As palavras são agrestes,
    o tal arame farpado que rasga e deixa marcas.
    O que sinto. Como sinto. Eu. Só… talvez.

    Beijo
    meg

    Responder
  • 4. Romério Rômulo  |  13 agosto, 2008 às 2:14 am

    meg:
    seu caminho está certo.um beijo.
    romério

    Responder
  • 5. Rose de Castro  |  27 agosto, 2008 às 7:57 pm

    Teus poemas são de uma beleza rústica. Nada que seja igual ao óbvio. Uma beleza ímpar. Gosto muito deste teu jeito agreste. Beijo!

    Responder
  • 6. Romério Rômulo  |  28 agosto, 2008 às 11:47 pm

    rose:
    creio que é o jeito do cerrado.um beijo.
    romério

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Feeds

agosto 2008
S T Q Q S S D
« jul   set »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Top Posts

RSS Fênix em Verso e Prosa

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

%d blogueiros gostam disto: