por meu amigo

15 julho, 2008 at 12:03 am 10 comentários

meu amigo scliar lá se foi.
quando olhei seu corpo, não estava.
quando olhei seu olho, já não via.
quando firmei sua mão, já não pulsava.
quando detive a tela, já não tinha.

quando mirei seu rosto, puro intento,
me coube a vida de dizer-lhe só.
da sua mão parada, meu tormento.

quedou-se amargo, o meu corpo, pró
o que ele fez da vida. e sinto
seu extrato por um vidro: pó.

Casario – Carlos Scliar

Anúncios

Entry filed under: Uncategorized.

posso regar a noite de auroras ser a carne do corpo, ser o corpo

10 Comentários Add your own

  • 1. Diego  |  15 julho, 2008 às 5:33 pm

    Romério
    Olá,
    Que vista bonita… por acaso é no Antônio Dias?
    Abcos

    Responder
  • 2. meg  |  15 julho, 2008 às 5:44 pm

    Romério,

    Não é para comentar
    só para imaginar o momento
    uma imagem e seu silêncio

    Beijo
    meg

    Responder
  • 3. Fênix  |  15 julho, 2008 às 6:48 pm

    Meg mandou não comentar. Resumirei:
    — lindo.

    Responder
  • 4. Mário Mendonça  |  15 julho, 2008 às 10:14 pm

    Caro Romério

    Guerreiro das palavras.

    ” que sombra, sobre a vida ”

    Abraço

    Responder
  • 5. João Vergílio Gallerani Cuter  |  18 julho, 2008 às 10:52 am

    Não te conhecia, rapaz. Que versos mais lindos! Ganhaste um fã.
    Abraço,
    João

    Responder
  • 6. Romério Rômulo  |  23 julho, 2008 às 4:59 pm

    diego:
    pelo ângulo parece que o scliar pegou a casa do cláudio manuel.
    ele sempre trabalhou esses caminhos.
    um abraço.
    romerio

    Responder
  • 7. Romério Rômulo  |  23 julho, 2008 às 5:01 pm

    meg:
    a imagem e o silêncio.há telas do scliar que são morandi,por este
    viés.calma aparente.
    um beijo.
    romério

    Responder
  • 8. Romério Rômulo  |  23 julho, 2008 às 5:03 pm

    fênix:
    o scliar tinha essas tacadas de silêncio.
    um beijo.
    romério

    Responder
  • 9. Romério Rômulo  |  23 julho, 2008 às 5:04 pm

    mário:
    obrigado pela sua palavra.sempre.um abraço.
    romério

    Responder
  • 10. Romério Rômulo  |  23 julho, 2008 às 5:08 pm

    joão vergílio:
    fico muito honrado com a sua presença e o seu comentário.
    obrigado.
    romério

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Feeds

julho 2008
S T Q Q S S D
« jun   ago »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

RSS Fênix em Verso e Prosa

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

%d blogueiros gostam disto: