múltiplo

28 junho, 2008 at 12:21 am 2 comentários

1- atear fogo no tempo, revelar destroços.
2- haver desmãos nos ventos, trazer montanhas na boca.
3- resvalar a noite, como se fosse noite.
4- ser o tamanho do tempo revelado.
5- atar o dízimo da ausência.

adentro o verde-cinza da manhã,
carroça do corpo se revela dente,
astros aduzem sua força bruta,
uma queimada corrói face e estômago.

Anúncios

Entry filed under: Matéria Bruta.

similares das margens cálida me chega a tua noite

2 Comentários Add your own

  • 1. meg  |  29 junho, 2008 às 11:07 am

    Romério,

    5- atar o dízimo da ausência.
    …uma queimada corrói face e estômago

    Fatal… fatal.
    afronta às convenções

    saio atordoada, o que já não te é novo

    Beijo
    Meg

    Responder
  • 2. Romério Rômulo  |  29 junho, 2008 às 1:05 pm

    meg:
    você é contra afrontar convenções?e se desatordoe,por favor.
    um beijo.
    romério

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Feeds

junho 2008
S T Q Q S S D
    jul »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

RSS Fênix em Verso e Prosa

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

%d blogueiros gostam disto: