reverso

16 junho, 2008 at 12:00 am 6 comentários

o avesso é tão remédio como a noite
que busca luz num fundo de reveses.
outros seres, metástases do tempo
soluçam abrangentes, nossas vozes.

como se fossem anos, por mais luzes
que os avessos dos corpos se contorcem
rever o templo do homem, retaguarda
dos bichos que retorcem sua boca/

outro é viés de tudo, epicentro
do canto interno, pulso, um outro avesso
que retomado nos diz saber ser outro
se tanta luz lhe faz rever os dias.

Anúncios

Entry filed under: Tempo Quando.

acróstico da poetinha quero dizer que manuelzão foi boi – I

6 Comentários Add your own

  • 1. meg  |  16 junho, 2008 às 10:03 am

    Romério,

    se tua manhã fosse avessa
    nem moitas the sobravam

    o mais breve dos anjos tem justo sono.

    (a cumiada do olho)

    Beijo

    Responder
  • 2. Romério Rômulo  |  16 junho, 2008 às 10:11 am

    meg:sempre achei umas manhãs avessas.
    um beijo.
    romério

    Responder
  • 3. Fênix  |  16 junho, 2008 às 12:43 pm

    E eu que ando achando tudo do avesso agora, buááááá. Não consigo escrever.
    😥

    Responder
  • 4. Romério Rômulo  |  16 junho, 2008 às 3:46 pm

    renata:se tudo está do avesso,escreva pelo avesso,com o avesso,sobre o avesso.o scliar tinha um princípio:”quando eu não sei o que pintar,eu pinto um “scliar” “.ou seja,pintava um quadro banal e daí acabava aparecendo algo que valesse a pena.já pensou pelo avesso da mão?vamos,renata.
    um beijo solidário.
    romério

    Responder
  • 5. Mário Mendonça  |  16 junho, 2008 às 10:09 pm

    Caro Romério

    O avesso, pra mim não existe, pois mato-o ” preenchendo o vazio ”

    Sabe como é………começando………o fluir mata o avesso, como se fosse um fenix.

    Responder
  • 6. Romério Rômulo  |  16 junho, 2008 às 11:48 pm

    mário:
    este avesso é sempre um desafio.mas você a caminhar como
    fênix muda a rota.
    bom ter você por aqui.um grande abraço.
    romério

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Feeds

junho 2008
S T Q Q S S D
    jul »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

RSS Fênix em Verso e Prosa

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

%d blogueiros gostam disto: