quero dizer que manuelzão foi boi – I

16 junho, 2008 at 12:10 am 6 comentários

declaração de princípios (manuelzão)

1 – “as coisas boas sempre vêm na memória. mas a ruim tá encostada de lado”.

2 –“quando o jiló ficar doce
quando o açúcar amargar
quando deus deixar o mundo
eu deixo de te amar.”

3- “nunca vi encruzilhada pro inferno.”

4 – “tudo ele queria saber a finalidade.”

5 – “a sobra que sobrou.”

6 – “eu nunca achei nada pouco
ou muito que chegasse pra mim.”

7 – “ela tava mais no rumo
de entender o que eu queria.”

8 – “sangue cuaiou, acabou.”

9 – “uma santinha dessa posição.”

10 – “a brincadeira saiu e rendeu demais.”

11 – “o negócio é todo às avessa.”

12 – “servia para lascar um pau-de-lenha.”

13 – “teve vez da barriga não caber.”

14 – “só acredito no que vejo.”

15 – “medo? num sei o que é medo.”

16 – “cão chupando manga.”

17 – “promete esse mundo e a metade do outro.”

Anúncios

Entry filed under: Manuelzão.

reverso quero dizer que manuelzão foi boi – II

6 Comentários Add your own

  • 1. jasmim  |  16 junho, 2008 às 10:19 am

    gostei dos principios: simples e concisos!

    Responder
  • 2. meg  |  16 junho, 2008 às 10:20 am

    Romério,
    Onde é que eu já li sobre Manuelzão?

    se manuelzão pisou no lombo
    é que o tamanho é tamanho

    Será? Sei que há mais…

    Beijos

    Responder
  • 3. Romério Rômulo  |  16 junho, 2008 às 10:28 am

    jasmim:sertanejo é sempre simples e conciso.só que a concisão nunca termina.manuelzão era isso.um abraço.
    romério

    Responder
  • 4. Romério Rômulo  |  16 junho, 2008 às 10:33 am

    meg: o manuelzão foi o vaqueiro que conduziu o guimarães rosa
    pelo sertão de minas gerais.o rosa escreveu um livro sobre ele,
    “manuelzão”.várias décadas depois nos tornamos amigos e viajamos muito,juntos.ele morreu em 1996,com 92 anos.falo sempre
    dele,o grande vaqueiro.
    um beijo.
    romério

    Responder
  • 5. meg  |  16 junho, 2008 às 10:41 am

    Romério,

    Fico feliz por Jasmim ter-te de visitado agora mesmo!
    Ah e Izelda, no Côrrego e eu seu saber de nada!
    Beijo

    Responder
  • 6. Romério Rômulo  |  16 junho, 2008 às 12:20 pm

    meg:a visita da jasmim foi excelente.seus amigos estão chegando
    e todos eles são ligados à poesia.um beijo.romério
    ps:a izelda já caminhou por aqui.o carlinhos também.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Feeds

junho 2008
S T Q Q S S D
    jul »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

RSS Fênix em Verso e Prosa

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

%d blogueiros gostam disto: