minha ouro preto é feroz

15 junho, 2008 at 12:35 am 2 comentários

há urubus que passam no meu corpo
de ruas de ouro preto.
cada uma se revela estado de um mapa
que ruma pelo caos e ruma

por olhos do dezoito. há muito,
quebro estas ruas, estas voltas soltas,
num ar aonde o ouro, por oculto,
se fez em revoltas resolutas.

(per augusto)

Anúncios

Entry filed under: Avulsos. Tags: .

repleno musa

2 Comentários Add your own

  • 1. Mário Mendonça  |  15 junho, 2008 às 2:35 pm

    Caro Romério

    Sua Ouro Preto, pelo jeito foi nascida de sangue, jorrado pelo mineral da discórdia ???

    Resposta
  • 2. Romério Rômulo  |  15 junho, 2008 às 3:08 pm

    é,mário.onde tem ouro ,tem morte.sem falar do jogo político brabo
    da coroa.quantos milhares de escravos morreram aqui?
    e tem as revoltas,a começar pelo felipe dos santos.daí vem a inconfidência.e riqueza indo embora,apesar de que hoje sabemos que muito ouro ficou no brasil.as ladeiras da minha vila já viram
    ferocidade,mário. e põe ferocidade nisso.
    obrigado pela sua presença e um grande abraço.
    romério

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Feeds

junho 2008
S T Q Q S S D
    jul »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

RSS Fênix em Verso e Prosa

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

%d blogueiros gostam disto: